Arquivo da categoria: video

Candidatos apoiados por Silas Malafaia estão em baixas nas pesquisas.

Pastor Silas Malafaia diz porque vai votar no pastor Everaldo para presidente – 

pastor-silas-diz-porque-vai-votar-em-everaldo-em-video

A Assembleia de Deus é a denominação religiosa evangélica com maior número de seguidores no Brasil. Do ponto de vista político, porém, ela não se movimenta como um bloco único. O pastor Malafaia  não representa nenhuma de suas três principais tendências, por isso não esta a autorizado a falar em nome das convenções.Malafaia  não faz parte  das convenções das Assembleia de Deus no Brasil.Abaixo os presidentes das três principais  convenções.

http://www.adbelem.org.br/

 

http://cgadb.org.br/home5a/

 

http://conamad.com.br/

Desmascarando Silas Malafaia. Relatório da ONU: Culpa da falta d’água em SP é do governo estadual.

 

Malafaia  reproduz  matéria da Globo apara alfinetar o governo e esconde motivos da falta de água em São Paulo.

Veja a verdade.

Até a relatora das Nações Unidas, a portuguesa Catarina de Albuquerque em visita ao Brasil, sabe que a grave crise da falta de água em São Paulo é culpa do governo do estado. E ainda disse, em entrevista a Folha de São Paulo(link is external) que é preciso ter p-l-a-n-e-j-a-m-e-n-t-o e infraestrutura para armazenar água em tempos de abundância para que em períodos de escassez, milhões de pessoas não fiquem sem água. “E olhar para a água como um bem precioso e escasso, indispensável à sobrevivência humana. A prioridade têm de ser as pessoas.”, afirmou a relatora. Apelar para dança da chuva, orações a São Pedro ou para ascanequinhas como o governo do PSDB de São Paulo está fazendo, não resolve em nada a falta de água no estado.

Ela citou exemplos de outros países para ~inspirar~ a gestão de Geraldo Alckmin . No Japão, por exemplo, há sistemas de canalização paralela para reutilizar a água. Em Singapura, na Suíça e também no Japão, a água do esgoto é tratada e misturada à água comum. “A água é de excelente qualidade, temos de olhar o esgoto como recurso”, avisou a relatora, Catarina Albuquerque.

Com as ações do governo da presidenta Dilma, nem precisamos ir muito longe, não. O programa Água Para Todos (link is external)já construiu 1 milhão de cisternas, já foram entregues um caminhão-pipa e uma pá carregadeira para os 1.440 municípios do Semiárido  afetados pela seca.

E tem mais: se estamos passando por uma seca,como falta água em São Paulo e não falta luz no país?  Como explicar, então, que o país esteja plenamente abastecido no setor elétrico, enquanto São Paulo vive da água de volume morto? Vamos ser chatos novamente, sim. Sabe por que isso não acontece com o país inteiro? Porque há planejamento e infraestrutura! Podemos apontar, primeiramente, o Sistema Interligado Nacional(link is external) de produção e transmissão de energia elétrica do país. Um sistema único no mundo, hidrotérmico, com grande participação de usinas hidrelétricas, que atende a 98,3% da energia requerida no país,conectando Norte, Sul, Leste e Oeste.

Também temos o Programa Luz Para Todos, lançado em 2003 pelo governo federal, com investimentos que chegam a R$ 22,2 bilhões e a meta de levar energia elétrica a milhões de pessoas no meio rural. E, como se não fosse o suficiente, o Ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, afirmou que nós temos hoje 5.500 MW de sobra estrutural para atender à carga prevista. Isso significa que a gente tem energia de sobra para 2014. E ainda tem a Belo Monte, com capacidade instalada de 11.233,1 MW, e 4.571 MW médios de energia assegurada, levando luz para 60 milhões de pessoas.

Se o governo do estado de São Paulo tivesse olhado para o lado e se inspirado nas ações do governo federal, não deixaria milhões de pessoas sem água em São Paulo e muito menos culparia São Pedro.

http://mudamais.com/

 

 

Eleições 2014. Posição do Pastor Everado Pereira prova que Silas Malafaia não tem influencia entre a as grandes denominações evangelicas.

Apoio de Silas Malafaia não garante voto evangélico nem das Assembleia de Deus.Malafaia precisa aprender que igreja não é sindicato.

 
 

 

Maldade.Silas Malafaia copia matéria do jornal fraudulento o Globo para alfinetar o governo.

268b0-pigorento

Veja o que Sila Malafaia escondeu.

Crise Mundial.Crescimento em baixa: confira quais países tiveram queda no PIB, além do Brasil. R7

O cenário econômico internacional não é dos melhores. Assim como o Brasil, a Argentina e até mesmo a Itália estão com recuo na economia. 

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou, nesta sexta (29), que oPIB (Produto Interno Bruto) do Brasil foi de -0,6% ao longo do segundo trimestre.

Além disso, o crescimento do primeiro tri foi revisado de 0,2% para -0,2%. Com os dois resultados negativos seguidos, o País entrou em recessão técnica.

Saiba como um PIB negativo pode afetar a sua vida

De acordo com dados compilados pela Trading Economics com base em informações oficiais dos países, a economia italiana contraiu -0,1% no primeiro trimestre deste ano e -0,2% no segundo tri. No caso da Argentina, a contração aconteceu no quarto trimestre do ano passado (-0,5%), e no primeiro tri deste ano (-0,8%).

O professor de economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Pedro Raffy, explica que a economia da Argentina está desorganizada.

— Argentina é um problema que envolve a dívida e a inflação elevada no país.

Já a Itália ainda estaria contaminada pela crise na zona do euro.

— Na Europa, as economias não se recuperaram plenamente e isso faz com que o setor produtivo reaja fortemente a mudanças no cenário, tanto a produção quanto o consumo ficam instáveis.

Leia mais sobre Economia e ajuste suas contas

Até mesmo a quinta maior economia do mundo, a Alemanha, já divulgou um crescimento negativo neste ano. O PIB do segundo trimestre foi de -0,2%.

Para o professor de economia e política da Faculdades Integradas Rio Branco, Carlos Stempniewski, a economia alemã está estagnada.

— A Europa no seu grande conjunto, de 2008 (quando começou a crise financeira mundial) para cá, teve problema de desemprego e o pessoal parou de consumir. A Alemanha, como sendo um grande local da indústria, parou de vender.

Carlos Stempniewski afirma que um dos grandes problemas é essa falta de mercado.

— Digamos que eu estou no mercado. Eu vejo uma Alemanha parada ou esperando que uma economia da Europa e do mundo volte a ser mais dinâmica. Ela tem capacidade, tem tecnologia, tem mão de obra, e não pode crescer porque não tem mercado.

Pior do que o resultado do segundo tri da Alemanha e do Brasil foi o do Japão (-1,7% em abril, maio e junho).

De acordo com Pedro Raffy, o problema do Japão é que ele ainda não conseguiu se recuperar de uma crise no mercado imobiliário que ocorreu há 20 anos, fez os preços subirem e afetou o mercado japonês. Pedro acrescenta que o governo até estimulou o mercado com ações de política de consumo, mas a população tem a grande cultura de poupar, o que dificulta a situação.

Brics

Entre o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), considerado a nova potência mundial, a situação é mais complicada entre a Rússia que teve um PIB no primeiro trimestre de (-0,3%), África do Sul que também apresentou um encolhimento no PIB (-0,6%) e o Brasil é o único, até o momento, que entrou em recessão técnica.

Segundo Pedro Raffy, a Rússia enfrenta problemas em função de conflitos e questões separatistas. Ele ressalta também que a nova condição do Brasil não deve impactar a sua posição no grupo.

—  O Brasil sempre teve um crescimento em relação aos países do grupo menor. Quando comparado à China e Índia, tem um padrão de renda média superior. O brasileiro consome mais do que [a população] desses países.

Alfredo Goye, presidente da Sertrading, empresa de comércio exterior que realiza importação e exportação para mais de 90 países, afirma que a grande dificuldade em vender produto brasileiro na China ainda é o preço.

— O Brasil está muito longe da China e com a situação da indústria brasileira que não é tão competitiva e o próprio câmbio dificulta ter preço barato para atrair comprador chinês.

Confira o restante da entrevista no vídeo abaixo

Para o professor do Instituto de Economia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Bruno Martarello, a recessão do Brasil também não deve atrapalhar a sua reputação nos Brics, isso porque é um grupo em que o importante é a percepção geopolítica dos países.

— Não fica abalado por dois trimestres de PIB negativo.

 

Ele ainda acrescenta que a situação do Brasil não é confortável, mas chega a ser melhor do que em outros países. Isso porque o País ainda mantém taxas de desemprego baixas. Apenas no primeiro semestre deste ano, o Brasil gerou 588.671 vagas de emprego. De acordo com o Ministério do Trabalho, o saldo é maior do que em países como Chile com geração de 53.964 oportunidades, Japão (40 mil) e Austrália (91.320) no mesmo período.

 — É uma crise que não é só brasileira, mas o mundo todo está vivendo problemas. Havia uma tese que foi levantada em 2008 e 2009 (início da crise financeira) de que os países emergentes teriam uma trajetória diferente do centro e está cada vez mais provado que não é verdade.

 

 

Grupo Abril e seu Instituto de pesquisa ” DATA FALHA” elege Marina prematuramente.

E se ela tiver cometido crime eleitoral ?

Saiu Datafalha: Marina empata com Dilma. Ambas com 34%..


Clique aqui para ler
“Janot vai investigar jatinho sem dono”

Aqui para “Arrocho é a verdadeira Direita. Ela não se aguenta”

Aqui para “Bláblá fecha BB e Caixa para o Itaúúú”

Aqui para “Bláblá tira a máscara. Vai fechar o Pré-sal”

E aqui para “Dilma: PIB voltará a crescer”

CA

Marina já é manipulada pelo capital estrangeiro para entregar o pré-sal.

O futuro do Brasil está em suas mãos

Dilma tem visão estratégica para enfrentar os interesses mundiais do mercado do petróleo, e garantir a riqueza finita para a educação e saúde. Marina já está sendo manipulada para entregar o pré-sal aos interesses do capital estrangeiro. O Brasil perderia o bonde do ciclo econômico do pré-sal, se Marina vencesse.

Agora vou falar mais como cidadão, porque agora Marina Silva (PSB) pisou no meu calo, aliás pisou no pescoço, cabeça de todo cidadão brasileiro, quando colocou em seu programa de governo que o pré-sal não é prioridade.

Agora virou questão de segurança nacional, de crime de lesa-pátria.

Já chega aquela proposta indecente de colocar o Banco Central para ser filial do Banco Itaú, sob disfarce de ser “independente”.

O petróleo do pré-sal significa trilhões para educação nos próximos anos e décadas. Não é esperança, não é sonho, como a Marina Silva gosta de dizer. É garantia por lei, aprovada por Dilma, de que este dinheiro vai entrar no orçamento da educação (e ainda tem os 25% que vai para a saúde).

Quanto mais o pré-sal produzir, mais a educação e a saúde vão ter dinheiro, e teremos um outro país, transformado, desenvolvido, com o povo rico e altamente educado, sem pobreza.

Se o jovem brasileiro de 2014 já estudou bem mais do que o de 2002, com o monte de oportunidades e vagas que já foram abertas, imagine a criança de hoje que será jovem em 2020, 2025? Terá uma formação muito melhor, com uma escola melhor, com professores mais bem pagos, bem motivados, bem preparados. E isso é realidade, não é sonho, porque o pré-sal já produz 540 mil barris ao dia, e a produção não para de crescer. E não parará de crescer em ritmo acelerado até a próxima década, pelo menos se Dilma for reeleita.

E não é só o petróleo que tem valor. Ele impulsiona a indústria naval, de sondas, de máquinas, de instrumentos eletrônicos e mecânicos, de centenas de setores da economia, tudo isso na indústria nacional, gerando empregos aqui para engenheiros, técnicos, operários, prestados de serviços de todo tipo.

A engenharia brasileira é outra quando se faz tecnologia aqui. Em vez do engenheiro trabalhar em burocracia, vendas ou fora de sua área, com em bancos, ele mete a mão na massa na tecnologia. Aprende, desenvolve, pesquisa, descobre, tira patentes. Move a economia do conhecimento na alta tecnologia.

Toda essa tecnologia desenvolvida em mãos de brasileiros não serve apenas para a indústria petrolífera, porque o conhecimento acaba aplicado a outros setores. Pesquisas robóticas em águas profundas desenvolve conhecimento para tecnologia aeroespacial, por exemplo. Braços mecânicos no fundo do mar tem o mesmo princípio dos usados em estações espaciais, e são tecnologias usadas em linhas de montagem robotizadas de carros.

Mas os prejuízos que o Brasil terá se o pré-sal não for prioridade não pára por aí. O petróleo é cobiçado no mundo todo, mas as grandes petroleiras estrangeiras tem uma política própria delas de impor o ritmo de extração para ganhar mais dinheiro, mantendo o preço do barril caro. Para elas seria interessante atrasar a extração do pré-sal brasileiro, mantendo-o como reserva para elas explorarem mais à frente quando os países produtores de petróleo invadidos como Iraque, Líbia e outros já tiverem dado o que tinham que dar.

O melhor dos mundos para as petroleiras estrangeiras seria ficar sentada em cima do pré-sal brasileiro. Ter as reservas para elas, sem a Petrobras explorar fazendo concorrência.

Se a Petrobras também produz, outras petroleiras acabam contendo sua produção no Iraque, na Líbia, etc. para não abarrotar o mercado mundial e derrubar o preço do barril, fazendo diminuir seus lucros. A desastrosa proposta de governo de Marina Silva vai de encontro ao interesse destas petroleiras e contra os interesses do povo brasileiro.

Mas o amigo pode perguntar? E a emissão de poluentes do petróleo? Vale a pena ganhar dinheiro do pré-sal e detonar o planeta? A resposta é que nem de longe é isso que está em jogo, mas é com este discurso rastaquera que querem manipular Marina Silva para nos fazer de bobos.

Quem salva o planeta é a redução do consumo de petróleo, e a fatia do leão deste consumo está nos países ricos e na China. O Brasil está fazendo sua parte na redução de emissões de carbono. Tornou-se um dos países que mais tem reduzido, exemplo para o mundo.

As necessidades de consumo de petróleo mundial serão reduzidas ao longo das próximas décadas, mas terão que ser supridas de uma forma ou de outra, com pré-sal ou sem pré-sal, com a Petrobras ou sem ela. É um combustível ainda indispensável pelas próximas décadas.

Não faz o menor sentido a Petrobras ser a única a fechar as portas, enquanto outras empresas estrangeiras ocupariam o lugar dela e ficariam com o dinheiro que deixaria de entrar para o povo brasileiro.

Além disso, a Petrobras tem a curto prazo o pré-sal como prioridade. Mas a empresa já tem em seu plano de longo prazo não ser apenas uma petroleira. Com o tempo será uma empresa de energia em geral, cada vez produzindo mais energia limpa e de fontes diferentes. Para isso ela precisa investir muito em pesquisa científica e tecnológica. É o dinheiro do pré-sal no presente que garante as verbas para pesquisa e que garantirão o futuro.

AP

Procurador vai investigar jatinho.Marina , e se for crime eleitoral ? Pitágoras do Brasil.

ANOT VAI INVESTIGAR
JATINHO SEM DONO

Bláblá, e se for crime eleitoral ?

marinaOOO

Do Globo:

PROCURADOR-GERAL ABRE INVESTIGAÇÃO SOBRE USO DE AVIÃO NA CAMPANHA DE CAMPOS

Prestação de contas parcial entregue pelo PSB não teve qualquer registro de uso da aeronave

BRASÍLIA e SÃO PAULO – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, abriu um procedimento para investigar o uso durante a campanha de Eduardo Campos do avião que caiu em Santos (SP) e matou o candidato do PSB e outras seis pessoas. Na prestação de contas parcial entregue pelo candidato e pelo comitê financeiro não foi feito qualquer registro de uso do avião. O partido tem sustentado que faria a contabilização no final da campanha, quando faria a soma das horas voadas, mas o PSB e Marina apresentaram versões contraditórias sobre a forma como seria feita a declaração. Há suspeitas ainda de que empresas fantasmas foram usadas para fazer o pagamento da aeronave.

Janot destaca no documento reportagens jornalísticas sobre o uso da aeronave, as suspeitas de envolvimento de empresas fantasmas no negócio e a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que trata da emissão de recibos de doações e as limitações sobre as possibilidades de contribuição, com destaque para o trecho que permite a doação apenas do próprio serviço de suas atividades econômicas ou bens permanentes.

“Surge relevante a apuração dos fatos noticiados pela grande mídia tendo em conta a Resolução 23.406/2014 do Tribunal Superior Eleitoral quanto a arrecadação e gastos de recursos de campanha para as eleições de 2014, sendo atribuição do Ministério Público Eleitoral a estrita observância da aludida norma, especialmente em se tratando de disputa ao cargo de Presidente da República”, diz Janot no ato de abertura do procedimento.

C A 

Veja como o PSDB e setores da mídia estão praticando o crime de atentado ou traição à Pátria e à sua Soberania.Pitagoras News.

Crime de Lesa Pátria .Vídeo prova que eles trabalham duro para fabricar crise no país.Todos que  acreditaram  neles nessa época  perderam  muito dinheiro.Nessa época pessoas perderam emprego  sem nenhuma necessidade. Se o Brasil tivesse um código Penal  forte, todos esses  vagabundos estariam atras das grandes.

 

4c159-mensalc383otucano-mineiro

55bb1-fhc-zc389serra-privatizac387c383o16017-acorda_pedrosimon_19d1a1-globooquepoderiaserfeito

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 132 outros seguidores