Arquivo da categoria: video

Setores da mídia utilizam capangas amestrados para atacar Dilma.Uol é acusado de ser cabo eleitoral do PSDB.

Avanço  de Dilma piora economia e lucros dos bancos diz Santander a clientes milionários.

Presidente do PT diz que Santander pediu desculpas e demitiu envolvidos com comunicado.

Folha desmente Merval e diz que tio de Aécio levou vantagem com aeroporto.

Uma pergunta ao Santander: O banco periga quebrar se Dilma se reeleger?

.Globo apronta de novo: Promotor desmente Aécio sobre aeroporto e JN corta na edição.

Propinão tucano:Marinho comprou imóvel com dinheiro de conta na Suíça, afirma Promotoria

Sogra de Paulinho da Força Sindical é indiciada por falsificar assinaturas de partido

Desapropriação do aeroporto ‘do Aécio’ para o tio sobe para astronômicos R$ 21,5 milhões.

“PT vai à PGR contra Aeroécio !”.GOOGLE EARTH: AÉCIO É UM FANFARRÃO.

AÉCIO MENTE:

Nota do candidato do PSDB:

“Não se trata também de construção de um novo aeroporto, mas de melhorias realizadas em pista de pouso que existia há mais de 20 anos no local, realizadas por meio do ProAero, programa criado no governo Aécio Neves e que garantiu investimentos em inúmeros aeroportos do Estado.”

globop.jpg
2)Aeroporto em obras de terraplenagem, 14/03/2010:

Ibope: Dilma Rousseff tem 38%, Aécio Neves 22% e Eduardo Campos 8% .

globop.jpg

http://oglobo.globo.com/brasil/ibope-dilma-rousseff-tem-38-aecio-neves-22-eduardo-campos-8-13345212

BRASÍLIA — A pesquisa Ibope/Rede Globo divulgada nesta terça-feira mostrou um cenário de estabilidade na corrida eleitoral. Segundo o levantamento, a presidente Dilma Rousseff tem 38% das intenções de voto para as eleições de outubro; o candidato do PSDB, Aécio Neves, aparece com 22%; e o ex-governador Eduardo Campos, do PSB, com 8%. No levantamento anterior, de 15 de junho, Dilma tinha 39%; Aécio, 21%; e Campos, 10%. As mudanças ocorreram dentro da margem de erro de dois pontos para mais ou menos.

O “MENSALÃO TUCANO” ESTÁ MORRENDO.

16017-acorda_pedrosimon_1

O “MENSALÃO TUCANO” ESTÁ MORRENDO

4c159-mensalc383otucano-mineiro

Por Altamiro Borges

Aos poucos, todos os envolvidos no escândalo do “mensalão tucano” – que a mídia insiste em chamar de “mensalão mineiro” – vão escapando de qualquer possibilidade de punição. Diferente dos fuzilados no midiático julgamento do “mensalão do PT”, nenhum deles deve ir para a cadeia. Nesta semana, o senador Clésio Andrade (PMDB-MG), outro réu no caso, renunciou ao seu mandato como artifício para abortar a conclusão do seu julgamento, em lenta tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele alegou motivos de saúde, mas até a Folha denunciou, em editorial na quinta-feira (17), a “nova manobra tucana”. Caberia perguntar por que o jornal nunca deu manchete ou apurou seriamente este escândalo.

6bde6-istoc3a94

O diário da famiglia Frias – ativo porta-voz do tucanato – até lembra que “Clésio repetiu a estratégia adotada pelo ex-deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG), que abdicou de seu mandato em fevereiro. Abandonando a função, eles deixam de figurar na lista das autoridades que, segundo a Constituição, devem ser julgadas pelo STF. O objetivo é transferir o processo para a primeira instância da Justiça, onde o amplo repertório de recursos permite que a análise do caso se estenda. Faz parte desse cálculo a expectativa de eventual prescrição dos crimes”. Em outras palavras, os envolvidos no milionário esquema de Caixa-2 do PSDB de Minas Gerais vão escapando de qualquer punição.

O empresário do ramo de transporte Clésio Andrade foi vice-governador de 2003 a 2006, na gestão de Aécio Neves. Na época, ele era filiado ao PFL – atual DEM. Antes de chegar ao governo, ele se tornou sócio da agência de publicidade de Marcos Valério. “Essa associação tornou-se peça central da engrenagem do mensalão tucano, que, segundo a Procuradoria-Geral da República, envolveu empréstimos fraudulentos, lavagem de dinheiro e desvio de verbas estatais com vistas a financiar a campanha de Eduardo Azeredo ao governo de Minas, em 1998”, explica a Folha. O jornal apenas deixou de informar que o esquema também bancou as campanhas de Aécio Neves e FHC, segundo confissão de Eduardo Azeredo.

jornais37

O mensalão tucano é considerado o precursor do mensalão petista, a partir da engrenagem montada pelas agências de publicidade de Marcos Valério. Até hoje nada foi apurado com rigor. O Poder Judiciário, conhecido por seus vínculos com o tucanato, posterga o julgamento do caso. Já a mídia privada – aqui conhecida como PiG (*), PHA – blinda os tucanos envolvidos. Eles não aparecem nas manchetes dos jornalões, não merecem as críticas ácidas dos colunistas da tevê e nem são alvos da caçada implacável do tal “jornalismo investigativo” – sempre tão seletivo nas suas pautas. Graças a estas cumplicidades, todos os envolvidos no “mensalão tucano” ficam impunes. Clésio Andrada era o único réu do caso que ainda tinha o processo tramitando no STF.

 

Datafolha é piada pronta: diz que 57% de eleitores do PCO votariam em Aécio no 2o. turno.

Não dá para levar a sério a pesquisa do Datafolha, porque a sondagem de segundo turno desaparece com 12 pontos de nulos/brancos/nenhum/indecisos e que reaparecem engordando os votos no tucano.

Mas o relatório da pesquisa serve como peça de humor. Caí na gargalhada ao ler.

Eis algumas pérolas.

Aécio Neves (PSDB) tornou-se um fenômeno de votos no 2o. turno entre marxistas, trotskistas, socialistas e toda a extrema esquerda, na visão do Datafolha.

Inacreditáveis 57% dos eleitores do PCO (Partido da Causa Operária) votariam no demotucano no segundo turno (lembrando sempre que é segundo a pesquisa do Instituto).

Os eleitores do PSTU ficariam perto disso, com o índice de 50% votando no neoliberalismo tucano no segundo turno.

O eleitores do PSOL vão além, e nada menos do 64% teriam como segunda opção Aécio em vez de Dilma.

Isso é o que diz o Datafolha. Na vida real vocês acham que há alguma chance de algo parecido com isto acontecer?

Eleições 2014.Institutos enlouquecem e dizem “Dilma e Aécio empatam em eventual 2º turno”

Datafrauda  se embanana outra vez. Erro grosseiro de 12 pontos no 2o. turno para turbinar Aécio. 99,9% da população nunca participaram  de pesquisa .

Na pesquisa de intenções de votos do Datafolha divulgada ontem, o jornal Folha de São Paulo ficou até com vergonha de colocar no gráfico do segundo turno o percentual do votos brancos/nulo/não sabe.

Isso porque tem um erro grosseiro de 12 pontos percentuais, o que invalida totalmente a pesquisa como referência (serve apenas de isca para tubarões caçarem sardinhas na Bolsa de Valores).

Na pergunta sobre primeiro turno 27% a 28% (o Datafolha não divulga as casas decimais) declararam votar nulo/branco/nenhum/não sei.

Na pergunta em seguida, sobre segundo turno, magicamente este número caiu para 16%. Coisa praticamente impossível de acontecer na vida real das urnas.

As pesquisas, como estatística, devem tentar reproduzir uma amostra do que aconteceria na população toda. Quem diz que não votaria em nenhum dos onze candidatos mostrados na pergunta do primeiro turno, também não votaria em dois destes mesmos nomes, se perguntados no mesmo momento. Respostas diferentes disso não tem valor científico.

Quem vota em um candidato que não passa para o segundo turno, pode mudar seu voto para outro candidato ou não votar em nenhum dos dois, mas quem rejeita todos desde o início do processo eleitoral costuma continuar rejeitando dois dos mesmos nomes no segundo turno.

Por isso, dificilmente os votos válidos no segundo turno seriam significativamente maiores do que no primeiro turno. Em geral votações ligeiramente maiores no segundo turno só ocorre quando há algum motivo, como enchentes, feriadão, que provoque abstenção maior no primeiro turno, ou alguma comoção política por algum candidato entre o primeiro e o segundo turno. Nada disso acontece no intervalo de minuto entre duas perguntas na pesquisa.

Então se Dilma tem 36% e a soma dos outros candidatos tem 36% , os votos válidos no primeiro turno dão 72%. Na sondagem de segundo turno o Datafolha deveria ter encontrado um número próximo disso. Entretanto aponta 44% para Dilma e 40% para Aécio, totalizando 84%, ou seja, 12 pontos a mais de votos válidos, no intervalo de uma pergunta e outra.

Para piorar, se na hipótese absurda de todos que disseram votar no primeiro turno em Campos, no Pastor Everaldo, no PSTU, no PSOL, no PCO, no Eymael, votassem em Aécio no segundo, o tucano somaria 36%. O Datafolha tirou da cartola mais 4% de nulos e indecisos para fazer Aécio chegar a 40%.

Dá para acreditar? É melhor daqui por diante o Datafolha dizer que, pela sua metodologia, a margem de erro é uns 12 pontos para mais no caso do tucano e para menos no caso de Dilma.

Pr. Silas Malafaia denuncia perseguição religiosa de políticos assista ao vídeo!

Veja o que Silas Malafaia  não denunciou.

Obs: O Epocaestado  não produz  vídeos, somente divulgamos  vídeos que já estão disponíveis no youtube.

Não sabemos religião do Aécio e nem porque ele participa dessa reunião.O que sabemos é que os Tucanos estão  sempre envolvidos com essa seita.

Silas Malafaia: “Maçonaria é uma instituição seríssima”.

Encontro de Dilma com as maiores lideranças evangélicas do Brasil, lamentavelmente  Malafaia,Valdemiro  ainda não fazem parte desse grupo  seletos de pastores e nem das Convenção  das Assembleia de Deus.Portanto, Silas não pode falar em nome deles .

Data Folha desmoraliza o Grupo Abril e trata os eleitores como se eles fossem abestalhados.

Data Falha tenta explicar fraude e se desmoraliza ainda mais.

Conversa Afiada.

Dilma ganha no primeiro e perde no segundo: quá, quá quá !

Se essa conclusão é meio, digamos assim, ​aloprada​, é porque a pesquisa Globo-Datafolha de 17/07/2014 para as eleições presidenciais traz uma contradição em si. E um hiato não explicado entre os gráficos de inte​n​ção de votos do primeiro e do segundo turno que acaba por descrever a situação proposta acima. 

Dilma ganha no 1º turno.

Já de algum tempo percebe-se uma estabilização – ​no Datafalha – ​nas intenções de voto para as eleições presidenciais de 2014. Dilma com algo em torno de 37%, Aécio 20%, Eduardo Campos próximo de 10% e Pastor Everaldo consistentemente em torno de 4%.

Basta reparar no ângulo da reta que resolve os pontos.