Verdade X Mentira: a realidade que Dilma trouxe e os dados que Aécio ignora. Saúde e política sociais

INFLAÇÃO E INDICADORES SOCIAIS.Aécio ou é burro ou mal informado, só  pode estar lendo os panfletos do Grupo Abril.

O debate de ontem à noite foi novamente o confronto da verdade com o ódio e a mentira. Dilma trouxe dados, Aécio se esquivou, fugiu de respostas e fez algumas afirmações que não se confirmam.

Logo em sua primeira fala, o tucano ousou dizer que quem tirou o Brasil do mapa da fome e criou um cenário de pleno emprego em meio à crise internacional, só fez piorar os indicadores sociais. Nada disso, candidato. O vídeo que abre esse post traz alguns fatos importantes sobre inflação e indicadores sociais.

E como acreditar que Aécio fará algo pela saúde? No debate, Dilma questionou o voto tucano contra a CPMF(link is external) e trouxe à tona o fato de Aécio, quando governador de Minas, não ter cumprido o mínimo exigido pela constituição para investimento em saúde. Mais que isso: R$ 7,6 bilhões foram desviados da área. Tampouco o SAMU, criado no governo do PT, foi devidamente implantado pelo governo de Aécio. Minas tem o terceiro pior desempenho no SAMU e 45% da população não tem acesso ao serviço. O candidato tucano ainda se posiciona contra o Mais Médicos. Aécio ainda insinuou que o investimento em saúde por parte do governo federal diminuiu com Lula e Dilma. Candidato, você lembra quanto se investia com FHC e quanto se investe agora? Pois é, em 2003 se investia R$ 244,80 per capita na área; hoje investe-se R$ 413,00. É quase o dobro de recursos!

No discurso político de Aécio Neves, parece que vale tudo. Inclusive chamar como reforço de sua campanha um economista que quer “mudar os bancos públicos”, mas que ao final não sabe como tudo ficará. Armínio Fraga, economista escolhido a dedo pelo candidato tucano, é ex-presidente do Banco Central do Governo FHC. Quando Fraga deixou o cargo, o dólar passava dos 4 reais e a inflação da casa dos dois dígitos. Mas se acha no direito de criticar a atual forma de dirigir a nossa economia, mesmo tendo tão mau desempenho, quando o assunto é priorizar as ações para o mercado e para o povo brasileiro.

Atualmente, o BNDES é o maior terceiro banco público do Brasil, emprestando para a indústria e infraestrutura. O Banco do Brasil faz toda a política para o setor agrícola e a Caixa Econômica Federal cuida do financiamento habitacional, especialmente do Minha Casa Minha Vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s