Estadão.Ex-diretor afirma que ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra extorquiu Petrobrás e recebeu propina de R$ 10 milhões.

PSDB do Aécio também ladrão.

JOSE CRUZ                       :

Segundo depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa, o ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra disse a ele que o dinheiro seria usado para a campanha de 2010; pagamento teria ocorrido depois que a CPI da Petrobrás foi encerrada sem punições, em 18 de dezembro de 2009; segundo o delator, o dinheiro foi pago pela Construtora Queiroz Galvão, citada no caso de superfaturamento e desvios da refinaria Abreu e Lima.

47 – Sérgio Guerra extorquiu a Petrobras e levou R$ 10 milhões em propina para encerrar a Comissão Parlamentar de Inquérito da Petrobrás, aberta em julho de 2009 no Senado. É o que afirma o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa em delação premiada.

Segundo ele, o então presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra – morto em março deste ano, disse que o dinheiro seria usado para a campanha de 2010. O pagamento teria ocorrido depois que a CPI foi fechada sem punições, em 18 de dezembro de 2009.

A comissão investigava irregularidades nas obras da Abreu e Lima, em Pernambuco – que desencadearam a Operação Lava Jato da Policia Federal neste ano.

Segundo o delator, o dinheiro foi pago pela Construtora Queiroz Galvão, citada no caso de superfaturamento e desvios da refinaria.

Leia aqui reportagem de Fausto Macedo sobre o assunto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s