Quando a bandidagem fala mais alto do que a honra.Os corruptos e os corruptores do Brasil.Veja.

downloadvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv

217 investigações arquivadas e 242 engavetadas: a marca da impunidade no governo FHC.

porque Aécio entra de crista baixa na reta final da campanha.

Combater a impunidade, doa a quem doer, é marca do governo Dilma. O governo do PT aposentou o Engavetador Geral da República, investiu na Polícia Federal – aumentando seu orçamento de R$ 1,8 bilhão para R$ 4,7 bilhões -, criou o Portal da Transparência e a  Controladoria-Geral da União. Pois é, mas não foi sempre que o Brasil teve essa política permanente de combate à corrupção(link is external). A marca da gestão tucana é a impunidade. Os envolvidos com o caso Sivam, com a compra de votos para a reeleição de FHC, com a Pasta Rosa,com o mensalão tucano mineiro, com os escândalos dos metrôs e trens em São Paulo estão TODOS SOLTOS(link is external).

Somente no governo de FHC, foram arquivadas 217 investigações e engavetadas outras 242, envolvendo 194 deputados, 33 senadores, 11 Ministros e 4 contra o próprio FHC. Como as ações eram engavetadas, acabavam prescrevendo. Por sinal, o Ministério Público, concluiu, em 2003, que não poderia indiciar Armínio Fraga(link is external) – o homem de confiança de Aécio Neves – em uma ação de improbidade, porque a punição já estava prescrita.

Lembra quantos casos de corrupção(link is external) nós vimos passar impunes nos governos do PSDB?

O escândalo da Pasta Rosa, esquema com base no caixa 2 que envolvia, entre outros, José Serra e Antônio Carlos Magalhães, foi engavetado por Geraldo Brindeiro, o engavetador-geral da República. O mensalão tucano desviou dinheiro público, durante a campanha de eleição de Eduardo Azeredo, um dos fundadores do PSDB, e também terminou com todos soltos. Já o trensalão envolveu o pagamento de propina a integrantes do governo de São Paulo e ao PSDB pelo grupo francês Alstom. Com as provas bem escondidas, as autoridades suíças tiveram dificuldade em investigar. Teve ainda o escândalo da compra de votos para a reeleição de FHC e o caso Sivam, lembra?m Pois é, os envolvidos também estão impunes.

Essa é a diferença: enquanto eles varrem para baixo do tapete, Dilma combate a impunidade e apresenta propostas concretas(link is external) para intensificar o combate.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s