Crime contra a Humanidade.”Discurso de ódio nas redes vem de grupos da direita”

Nenhum criminoso foi enquadrado até agora.

“Discurso de ódio nas redes vem de grupos da direita”, afirma presidente da ONG SaferNet

Desde o início das eleições presidenciais de 2014, o candidato derrotado Aécio Neves (PSDB) afirmou que foi alvo da ‘campanha mais suja da história’. Aécio utiliza do discurso vitimista e tenta achar culpados para a sua própria derrota, ignorando as diversas falhas em sua campanha. O seu guru, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em um discurso preconceituoso e elitista, chegou a chamar os eleitores de Dilma Rousseff de ‘menos informados’ e ‘menos qualificados’, ofendendo assim a maior parte da população brasileira, que reelegeu a presidenta.

No final do primeiro turno uma onda conservadora e preconceituosa jogou as redes sociais para um mar de mensagens criminosas, principalmente contra a região Nordeste do país. A rede respondeu: o Muda Mais encabeçou o movimento ‘Menos ódio, Mais Nordeste’, que virou tag de destaque mundial no Twitter. A presidenta Dilma Rousseff se manifestou em seu perfil(link is external) sobre o tema e destacou que ‘foi de um nordestino que ela recebeu um Brasil menos desigual’.

Aécio, por sua vez, falha ao esconder em seu discurso que fez uso de diversos métodos no mínimo antiéticos durante as eleições. Nós do Muda Mais já comprovamos diversas vezes o uso de robôs para divulgação do conteúdo de campanha de Aécio Neves. A campanha de Dilma Rousseff chegou a entrar com uma representação judicial para obrigar o candidato a encerrar o uso de sua fábricas de robôs.

Aécio também não cita que setores de extrema direita foram comprovadamente responsáveis pela divulgação de discursos xenófobos contra nordestinos durante os resultados do primeiro e segundo turno. Na semana posterior ao resultado do segundo turno, por exemplo, a ONG SaferNet(link is external), responsável pela denúncia de crimes de xenofobia, racismo e homofobia na internet lançou um panorama das redes sociais nos últimos meses. Apenas no dia 27 de outubro(link is external), foram contabilizadas 10.376 denúncias em 6.909 páginas diferentes da web, um recorde para a organização.

Em entrevista à CBN, o presidente da SaferNet, Thiago Tavares,falou sobre a onda de ódio e xenofobia que assolou a internet nas últimas semanas(link is external). Segundo Tavares, apenas entre às 22h e às 0h do dia 26 de outubro, dia do segundo turno eleitoral, houve um aumento de 342% no número de páginas e comentários racistas, xenófobos denunciados à ONG.

“Foram 305 páginas novas criadas em redes como o Twitter e o Facebook em apenas duas horas, com mensagens de ódio e de discriminação”, afirmou o responsável pela ONG. Thiago também afirma que se comparado com o mesmo dia no ano anterior, o crescimento na criação de páginas criminosas foi de 662%.

O presidente da ONG também traçou o perfil do usuário que praticam este tipo de ato: normalmente, são grupos organizados de extrema direita, com orientações neonazistas e que mantém um exército de fakes para a alimentação destas redes(link is external), fomentando mensagens segregacionistas.

Porém nem sempre estas declarações vêm de grupos extremistas. Thiago também declarou que, muitas vezes, esse discurso do ódio vem de partes da sociedade insatisfeitas com o resultado do pleito, o que não deixa de ser um ato criminoso – e relembra o caso da estudante de Direito Mayara Petruso,(link is external) condenada pela Justiça Federal de São Paulo por crime de discriminação nas eleições de 2010. Ouça a entrevista completa:

http://cbn.globoradio.globo.com/Player/player.htm?audio=2014/noticias/safernet_141027&OAS_sitepage=cbn/comentarios/

A ONG também produziu um mapa do discurso de ódio nos últimos anos no mundo. Confira no site.(link is external)

Em tempos de eleitores raivosos e discursos de ódio, é importante que Aécio reflita sobre o seu posicionamento e o posicionamento do seu partido em não rechaçar tal falas. O vitimismo não lhe cabe, senador. Ignorar que tais falas foram oriundas de militantes e simpatizantes à sua bandeira apenas agrava a realidade e não incentiva o combate aos crimes de ódio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s