BOMBA.’DELAÇÕES DA LAVA JATO SÃO COMPARÁVEIS À TORTURA’ DIZ CRIMINALISTA.Pitagoras.

Sibá Machado, e um grupo de deputados  fez um pedido para que o MP investigue casos de corrupção e o pagamento de propina na Petrobras no período em que Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi presidente da República (1994-2002)Vídeos Do You Tube

:

247.Advogado Elias Mattar Assad, um dos maiores criminalistas do Paraná, critica, em entrevista ao 247, a condução da Operação Lava Jato; “Uma confissão não espontânea é comparável à tortura. Se a confissão tem que ser espontânea, a delação também”; segundo ele, “ninguém pode ser réu e testemunha num mesmo processo”, pois o acusado não tem credibilidade; “Estamos emprestando fé pública à palavra do réu como se ela fosse verdade absoluta”, opina; Mattar já defendeu um cliente que passou pelo mesmo processo; à época, ele enviou uma carta ao então ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, denunciando a situação; seu cliente queria que a Polícia Federal indicasse quem deveria ser delatado (mesmo que não houvesse a quem delatar), por não suportar mais a pressão; segundo o advogado, “estamos inaugurando uma era do processo penal onde só tem acusação, inclusive do réu”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s