Arquivo da tag: bandida

Tucano diz quem é João Dória.

9d1a1-globooquepoderiaserfeito

Ele se apropriou de terra da Prefeitura! Imagine na Prefeitura de SP…

Doria.jpg

Esse curto período de campanha já permite analisar o seu perfil. Dória não relutou em usar de todos os recursos lícitos e ilícitos, operacionais e financeiros, para angariar votos em uma prévia que está sendo avaliada pela Justiça Eleitoral. Nesse período prévio a lei veda o uso de quaisquer recursos financeiros para buscar votos para decisão dos filiados ao partido. Despesas só podem ser feitas pelo diretório municipal, mas ele as fez com recursos próprios. Além disso, não titubeou em usar as relações pessoais com o governador para obter apoios através da pressão de dirigentes do Estado sobre os filiados ao partido.

A sua falta de zelo pela coisa pública ficou evidente quando, conforme apuração da Folha de São Paulo constatou-se que tomou ilegalmente uma área de terra para somar à sua propriedade em Campos de Jordão. Na entrevista à Jovem Pan ainda justificou que a incorporação era produto de um acordo de desafetação onerosa, feito com o prefeito anterior do município, em que ele teria trocado o imóvel por algum equipamento doado para a cidade, acordo esse que não foi “homologado”, segundo suas palavras, pela Câmara Municipal do município. Ora, se não foi “homologado”, não aconteceu, não houve um ato jurídico perfeito. Nunca poderia incorporar bens públicos apenas através de um “acordo” com o prefeito ou com o Executivo municipal. O fato é que tomou a área, mostrou não respeitar a diferença entre o interesse público e o interesse privado e, processado, foi tentar um arranjo que legalizasse o mal feito.Continue lendo.

16017-acorda_pedrosimon_1

4c159-mensalc383otucano-mineiro

8297f-tabelacorrupc3a7c3a3o

A farsa criminosa que os institutos de pesquisa Datafolha e Ibope cometeram em 2012 parece estar se repetindo agora.

Haddad começa a desmentir pesquisas, como em 2012.

haddad-capa

A menos de uma semana das eleições de 2016, um fenômeno revoltante ameaça se repetir. Trata-se de fenômeno que poderia ter mudado o rumo da eleição paulistana de 2012 e que só não mudou porque a capital paulista chegou a um ponto em que não suportará outro governo ultraconservador e voltado para os ricos como o de José Serra, por exemplo.

Apesar do antipetismo do centro expandido e da inocência do povo da periferia – que, premido pela sabotagem tucano-peemedebê da economia, embarcou na conversa da direita endinheirada e joga contra si mesmo ao contemporizar com uma ideologia que odeia pobre –, ainda é de se duvidar que a maioria dos paulistanos seja capaz de colocar gente como João Dória Jr. ou Celso Russomano para administrar uma cidade com problemas tão sérios.

Por conta disso, a farsa criminosa que os institutos de pesquisa Datafolha e Ibope cometeram em 2012 parece estar se repetindo, já que, mais uma vez, na reta final do pleito paulistano, o candidato que passou a campanha inteira na lanterna, aparentemente sem chance de se eleger, entra na disputa com chances de vencer.

E o mais interessante é que quem diz isso não sou eu, mas um analista do Estadão. O texto abaixo é de um dos melhores analistas político-eleitorais do país, que, eleição após eleição, vem acertando.Mais

http://www.blogdacidadania.com.br/

Auditoria criminosa salva Grupo Silvio Santos.Deputado pede anulação da compra do Banco Panamericano.

Crime organizado com a ajuda da mídia bandida e criminosa  trabalhou duro para vender o Panamericano.Não será fácil esconder 4.5 bilhões  desviados pela quadrilha.O mais indecente ,é a Caixa  ter usado dinheiro público sem autorização dos poupadores, para salvar Silvio Santos da falecia.

Bandidagem.O R7 não encerrou as atividades, Record News não fechou e o SBT não é vice líder conforme divulgado pelo crime organizado infiltrado na mídia.

Mídia bandida e criminosa luta 24 horars por dia contra concorrente

Compra do Panamericano coloca BTG na disputa por prêmio de negócio do ano.

Até Silvio Santos saiu ganhando. Apesar de ter ficado sem seu banco, o apresentador conseguiu manter seus ativos pessoais, que haviam sido dados como garantia ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC) pelos R$ 2,5 bilhões emprestados pelo fundoassim que o rombo foi identificado.Perdeu o Brasil que colocou dinheiro público  em uma arapuca falida administrada por bandidos de colarinho branco.Promover Bancos falidos, faz parte do jogo criminoso da mídia bandida.- O FGC existe para garantir investidores e para socorrer instituições financeiras em dificuldades, não aquelas que tenham sofrido fraude gerada por auditorias  criminosas.5 bilhões foram colocados no ralo, todos os envolvidos sairam ganhando.

Sandoval à revista: “Grupo Silvio Santos está acabando”

(Nota Minha:será mesmo verdade???)Silvio Santos (Foto: AE)
– Querem me prejudicar. Até porque eu sou um arquivo vivo. Eu não estou falando tudo o que eu sei.
A frase é de Luiz Sebastião Sandoval, ex-presidente do Grupo Silvio Santos, recentemente inocentado da acusação de fraude cometida no Banco PanAmericano. A entrevista está na edição de abril da revista AméricaEconomia.
Sandoval afirma que os maiores beneficiados do esquema foram o ex-presidente do banco, Rafael Palladino (cunhado de Silvio Santos), e o ex-diretor financeiro, Wilson de Aro.
– Segundo as investigações da PF, o patrimônio de Rafael Palladino e de Wilson de Aro é fantástico – ataca.
O ex-presidente do Grupo Silvio Santos diz também que todos os executivos do banco tiraram vantagem do lucro irreal maquiado nos balanços durante anos.
– Os outros diretores, os da holding, inclusive eu, também tivemos um ganho sobre o lucro irreal, assim como o Silvio e os acionistas minoritários.
Ele revela que ninguém devolveu nada até hoje. “Não, porque não se sabe até hoje qual foi o resultado do banco. A consultora PwC [PricewaterhouseCoopers] chegou à conclusão de que tumultuaram tanto a contabilidade, que ninguém conseguiu apurar”.
Outro assunto polêmico abordado por Sandoval foram as transações realizadas para salvar o PanAmericano, inclusive a ajuda do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).
– O FGC existe para garantir investidores e para socorrer instituições financeiras em dificuldades, não aquelas que tenham sofrido fraude.
Ele contesta o valor de R$ 540 milhões que o banqueiro André Esteves – que assumiu o banco – deu como garantia para a dívida avaliada em R$ 4,3 bilhões.
– Se para tomar R$ 2,5 bilhões o Silvio teve de dar todas as empresas, avaliadas em cerca de R$ 5 bilhões, como é que, para um empréstimo de R$ 4,3 bilhões, prorrogados para 20 anos, o valor foi esse? Muito estranho.
Por fim, o executivo acusa Silvio Santos de não participar da administração de suas empresas, ficando apenas com os lucros que elas obtinham.
– O Silvio é assim. Ele sempre se colocou como um ente à parte, mas recebia 10% dos lucros das empresas. Ele é um artista que tem empresas. No caso do banco, ele recebia as informações como eram apresentadas.
Ele garante que aos poucos o Grupo Silvio Santos está se desfazendo.
– O grupo está acabando. O Silvio Santos está fazendo o que disse que faria. Já vendeu o Baú, já mandou fechar a Sisan, de empreendimentos imobiliários. Tudo o que eu ajudei a construir está sendo destruído agora.

Mais informações/LEIA MAIS/PARA VER MAIS http://buracosupernegro.blogspot.com/2012/04/sandoval-revista-grupo-silvio-santos.html#ixzz1siorpDPr