Arquivo da tag: moreira

Tucano diz quem é João Dória.

9d1a1-globooquepoderiaserfeito

Ele se apropriou de terra da Prefeitura! Imagine na Prefeitura de SP…

Doria.jpg

Esse curto período de campanha já permite analisar o seu perfil. Dória não relutou em usar de todos os recursos lícitos e ilícitos, operacionais e financeiros, para angariar votos em uma prévia que está sendo avaliada pela Justiça Eleitoral. Nesse período prévio a lei veda o uso de quaisquer recursos financeiros para buscar votos para decisão dos filiados ao partido. Despesas só podem ser feitas pelo diretório municipal, mas ele as fez com recursos próprios. Além disso, não titubeou em usar as relações pessoais com o governador para obter apoios através da pressão de dirigentes do Estado sobre os filiados ao partido.

A sua falta de zelo pela coisa pública ficou evidente quando, conforme apuração da Folha de São Paulo constatou-se que tomou ilegalmente uma área de terra para somar à sua propriedade em Campos de Jordão. Na entrevista à Jovem Pan ainda justificou que a incorporação era produto de um acordo de desafetação onerosa, feito com o prefeito anterior do município, em que ele teria trocado o imóvel por algum equipamento doado para a cidade, acordo esse que não foi “homologado”, segundo suas palavras, pela Câmara Municipal do município. Ora, se não foi “homologado”, não aconteceu, não houve um ato jurídico perfeito. Nunca poderia incorporar bens públicos apenas através de um “acordo” com o prefeito ou com o Executivo municipal. O fato é que tomou a área, mostrou não respeitar a diferença entre o interesse público e o interesse privado e, processado, foi tentar um arranjo que legalizasse o mal feito.Continue lendo.

16017-acorda_pedrosimon_1

4c159-mensalc383otucano-mineiro

8297f-tabelacorrupc3a7c3a3o

A farsa criminosa que os institutos de pesquisa Datafolha e Ibope cometeram em 2012 parece estar se repetindo agora.

Haddad começa a desmentir pesquisas, como em 2012.

haddad-capa

A menos de uma semana das eleições de 2016, um fenômeno revoltante ameaça se repetir. Trata-se de fenômeno que poderia ter mudado o rumo da eleição paulistana de 2012 e que só não mudou porque a capital paulista chegou a um ponto em que não suportará outro governo ultraconservador e voltado para os ricos como o de José Serra, por exemplo.

Apesar do antipetismo do centro expandido e da inocência do povo da periferia – que, premido pela sabotagem tucano-peemedebê da economia, embarcou na conversa da direita endinheirada e joga contra si mesmo ao contemporizar com uma ideologia que odeia pobre –, ainda é de se duvidar que a maioria dos paulistanos seja capaz de colocar gente como João Dória Jr. ou Celso Russomano para administrar uma cidade com problemas tão sérios.

Por conta disso, a farsa criminosa que os institutos de pesquisa Datafolha e Ibope cometeram em 2012 parece estar se repetindo, já que, mais uma vez, na reta final do pleito paulistano, o candidato que passou a campanha inteira na lanterna, aparentemente sem chance de se eleger, entra na disputa com chances de vencer.

E o mais interessante é que quem diz isso não sou eu, mas um analista do Estadão. O texto abaixo é de um dos melhores analistas político-eleitorais do país, que, eleição após eleição, vem acertando.Mais

http://www.blogdacidadania.com.br/

Monstros estupraram e mataram advogada.

Corpos de advogados mortos na Serra do Cipó (MG) são encontrados.

AJL078.jpg

Foto Jornal  o Tempo.

Advogada foi estuprada antes de ser assassinada e jogada em rio.Os suspeitos Marcos Magno Peixoto Faria, 25, e Helton Moreira de Castro, 19, estão presos pelo crime. Helton confessou que após executar Alexandre no banco de trás do carro dele, eles estupraram Lívia. Ela foi violentada primeiramente por Marcos e depois por Helton. Em seguida, eles assassinaram a mulher. Marcos Peixoto Faria, 25 anos, e Helton Moreira, 19, foram apresentados pela Polícia Civil nesta quinta-feira (9). Moreira confirmou que os dois abusaram sexualmente da mulher antes de assassiná-la com tiros na cabeça.De acordo com o policial, as vítimas foram mortas para não identificarem os criminosos. Depois de jogar os corpos no rio a dupla tentou ligar o carro, mas não conseguiu por causa do dispositivo antifurto. Na segunda-feira, Faria voltou ao local acompanhado de um adolescente de 17 anos para incendiar o veículo.

Crime organizado.Ameaça de morte afasta Juiz da Monte Carlo.O que fará o Supremo ?

Juizes apóiam Juiz
que enfrentou Cachoeira.

Saiu no Estadão:

JUIZ RESPONSÁVEL PELA MONTE CARLO RELATA AMEAÇAS DE MORTE E PEDE AFASTAMENTO

MAGISTRADO DIZ TER SIDO ALERTADO SOBRE POSSIBILIDADE DE SOFRER REPRESÁLIAS NOS PRÓXIMOS MESES.

FELIPE RECONDO, DE O ESTADO DE S. PAULO

BRASÍLIA – O JUIZ FEDERAL PAULO AUGUSTO MOREIRA LIMA, QUE COMANDAVA A OPERAÇÃO MONTE CARLO, RELATA SER ALVO DE AMEAÇAS DE MORTE, REVELA QUE HOMICÍDIOS PODEM TER SIDO COMETIDOS POR INTEGRANTES DO ESQUEMA DO CONTRAVENTOR CARLINHOS CACHOEIRA E PEDE PARA SER TIRADO DO CASO.

EM OFÍCIO ENCAMINHADO NO ÚLTIMO DIA 13 AO CORREGEDOR GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO, CARLOS OLAVO, O JUIZ FEDERAL AFIRMA NÃO TER MAIS CONDIÇÕES DE PERMANECER NO CASO POR ESTAR EM “SITUAÇÃO DE EXTREMA EXPOSIÇÃO JUNTO À CRIMINALIDADE DO ESTADO DE GOIÁS”. E PARA EVITAR REPRESÁLIAS, REVELA QUE DEIXARÁ O PAÍS TEMPORARIAMENTE.

NO DOCUMENTO, A QUE O ESTADO TEVE ACESSO, O JUIZ RELATA QUE SEGUE ESQUEMA RÍGIDO DE SEGURANÇA POR RECOMENDAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL, MAS REVELA QUE SUA FAMÍLIA FOI RECENTEMENTE ABORDADA POR POLICIAIS E DIZ QUE FOI ALERTADO DA POSSIBILIDADE DE SOFRER REPRESÁLIAS NOS PRÓXIMOS MESES.

“MINHA FAMÍLIA, EM SUA PRÓPRIA RESIDÊNCIA, FOI PROCURADA POR POLICIAIS QUE GOSTARIAM DE CONVERSAR A RESPEITO DO PROCESSO ATINENTE A OPERAÇÃO MONTE CARLO, EM NÍTIDA AMEAÇA VELADA, VISTO QUE MOSTRARAM QUE SABEM QUEM SÃO MEUS FAMILIARES E ONDE MORAM”, DIZ NO DOCUMENTO.

LIMA INDICA QUE INVESTIGADOS PELA OPERAÇÃO MONTE CARLOS PODEM ESTAR RELACIONADOS A ASSASSINATOS COMETIDOS RECENTEMENTE, O QUE CONFIGURARIA QUEIMA DE ARQUIVO. “PELO QUE SE TEM INFORMAÇÃO, ATÉ O PRESENTE MOMENTO, HÁ CRIMES DE HOMICÍDIO PROVAVELMENTE PRATICADOS A MANDO POR RÉUS DO PROCESSO PERTINENTE À OPERAÇÃO MONTE CARLO, O QUE REFORÇA A PERICULOSIDADE DA QUADRILHA”, RELATA.

NAS CINCO PÁGINAS EM QUE EXPLICA O PEDIDO PARA DEIXAR O CASO, LIMA ELENCA OS RECENTES PROCESSOS POLÊMICOS QUE COMANDOU. À FRENTE DA OPERAÇÃO MONTE CARLO, 79 RÉUS FORAM DENUNCIADOS, SENDO 35 POLICIAIS FEDERAIS, CIVIS E MILITARES. E POR TER DETERMINADO O AFASTAMENTO DOS POLICIAIS DE SUAS FUNÇÕES, AFIRMA QUE NÃO PÔDE SER REMOVIDO PARA VARAS NO INTERIOR DO ESTADO “POR NÃO HAVER CONDIÇÕES ADEQUADAS DE SEGURANÇA”.

EM SETEMBRO, LIMA AFIRMA QUE TIRARÁ OS TRÊS MESES DE FÉRIAS QUE TERIA ACUMULADO E SAIRÁ DO PAÍS POR “QUESTÕES DE SEGURANÇA”. MAS MESMO ASSIM AFIRMA QUE FICARÁ MARCADO POR SUA ATUAÇÃO NESTE CASO. “INFELIZMENTE, EXCELÊNCIA, GOIÂNIA/GO É UMA CIDADE PEQUENA, ONDE TODOS SE CONHECEM, E TEREI QUE CONVIVER COM AS CONSEQUÊNCIAS DA OPERAÇÃO MONTE CARLO E DESSAS OUTRAS OPERAÇÕES POR MUITO TEMPO, PRINCIPALMENTE PORQUE NASCI E FUI CRIADO NESTA CIDADE”, AFIRMA O JUIZ.

SUSPEIÇÃO. O JUIZ FEDERAL TITULAR DA 11ª VARA EM GOIÁS, LEÃO APARECIDO ALVES, DEVE HERDAR O COMANDO DO PROCESSO. MAS SUAS RELAÇÕES PESSOAIS PODEM COLOCÁ-LO SOB SUSPEITA. ALVES ADMITIU, RECENTEMENTE, SER AMIGO HÁ 19 ANOS DE UM DOS INVESTIGADOS – JOSÉ OLÍMPIO DE QUEIROGA NETO, SUSPEITADO DE SER O RESPONSÁVEL PELA ESCOLHA DE PESSOAS QUE PODERIAM INTEGRAR AS ATIVIDADES DO GRUPO E DE REPASSAR PORCENTAGEM DOS LUCROS DAS CASAS DE JOGOS A CARLINHOS CACHOEIRA.

Conversa Afiada.

Helicóptero com monstro que decapitou 7 cai no interior de GO.

Nesta terça-feira (08), o helicóptero da Polícia Civil que trabalhava na reconstituição da chacina em Doverlândia, Goiás, explodiu e caiu enquanto voltava para a capital. A confirmação foi dada pelo Corpo de Bombeiros, que enviou um helicóptero para atender a ocorrência.

O acidente matou oito pessoas, entre elas os delegados Jorge Moreira e Antonio Gonçalves, além de Elias Carrasco, comandante da aeronave, e o piloto. Três peritos criminais e o assassino confesso, Aparecido Souza Alves, também morreram. A aeronave saiu da revisão segunda-feira e ainda não se sabe as causas do acidente.

A chacina investigada aconteceu no dia 28 de abril, em uma fazenda onde sete pessoas morreram degoladas. Na primeira parte da reconstituição, realizada na última quinta-feira (3), os investigadores teatralizaram, com ajuda de dublês, as duas primeiras mortes: do proprietário da fazenda e do filho dele, mortos dentro da casa.

Nesta terça, a polícia decidiu usar manequins para representar as cinco vítimas mortas na área externa da propriedade. Segundo Antônio Gonçalves, a mudança tem o objetivo facilitar os trabalhos.

http://www.bemparana.com.br